Atletas que praticam corrida são os que mais sofrem de canelite

A Canelite se caracteriza por ser uma inflamação nos ossos localizados na canela e tíbia. Os tendões e músculos presentes nestes ossos também são afetados pela inflamação. As pessoas mais afetadas costumam ser as que praticam atividades com regularidade.

CAUSAS

Esta lesão ocorre quando há estresse na estrutura da canela. Outros fatores que contribuem para o aparecimento da Canelite são:

  • Exercícios que possuem muita repetição;
  • Exercícios de alto impacto;
  • Praticar atividades físicas em solo irregular;
  • Não fazer alongamentos antes de se exercitar;
  • Fatores genéticos.

Os corredores são os atletas que mais sofrem com esta lesão.

SINTOMAS

O sintoma mais comum da Canelite é a dor na região da canela, mais especificamente na parte interna da perna. Mas existem outros sinais que podem indicar a existência da lesão. O inchaço e sensibilidade ao toque são outros sintomas que costumam afetar os pacientes.

O diagnóstico dessa lesão pode ser feito com exame físico por um ortopedista de sua confiança. Os exames de imagem como o raio X são pedidos caso haja suspeita de alguma fratura óssea.

TRATAMENTOS

O tratamento para Canelite se dá a partir de repouso, compressas de gelo, manter as pernas elevadas e o uso de remédio anti-inflamatórios e analgésicos, que devem ser indicados pelo médico especialista.

Seu médico pode-lhe indicar sessões de fisioterapia que irão ajudar a fortalecer os músculos, corrigir o movimento e auxiliar o paciente a retornar às atividades físicas sem causar outras lesões mais graves.

PREVENÇÃO

Os meios para prevenir a Canelite são simples.

  • Sempre faça alongamentos antes de começar qualquer exercício;
  • Procure usar um tênis adequado;
  • Use palmilhas que absorvem impacto;
  • Preste atenção na superfície em que você vai praticar;
  • Faça exercícios que promovam o fortalecimento muscular de suas pernas.

Caso identifique estes sintomas procure o auxílio de um profissional da área e aproveitando que está lendo este artigo clique aqui e conheça nossas especialidades.

 

Deixe um comentário