Você sofre com dores nas costas? Conheça os sintomas da lombalgia

Quantas pessoas que você conhece já sofreram ou sofrem com dor nas costas? Quem sabe até você já deva ter sofrido dores localizadas na região lombar. Saiba que esse tipo de dor pode ser um sintoma de lombalgia, doença que afeta grande parte da população.

A lombalgia se caracteriza por ser uma dor que afeta a região inferior da lombar. Essa enfermidade pode ser causada por diversos fatores como má postura, fraturas, pequenas lesões, obesidade e pelo uso excessivo da coluna.

Outras causas que levam à lombalgia são infecções e inflamações. Além disso, doenças como a hérnia de disco e a osteoartrose também podem causar dores nessa região do corpo.

Existem diferentes tipos de lombalgia, alguns deles são:

LOMBALGIA AGUDA: Tem duração de até 6 semanas. O paciente costuma sofrer dores após realizar tarefas do dia a dia com uma má postura ou por praticar movimentos repetitivos. Essa categoria de lombalgia não aparece constantemente na vida de um paciente.

LOMBALGIA SUBAGUDA: Tem uma duração maior, de 6 semanas até 12 semanas. Problemas de coluna e articulações podem causar lombalgia subaguda mas não necessariamente precisam estar ligadas a determinadas doenças.

LOMBALGIA CRÔNICA: Se a dor durar 3 meses ou mais ela é caracterizada como crônica e costuma ser causada por doenças específicas como a hérnia de disco. Essa categoria da doença aparece frequentemente na vida do paciente.

Sintomas

Os sintomas da lombalgia são dores na região lombar inferior, mais especificamente abaixo da décima segunda costela até a região chamada de prega do glúteo. Essa dor também pode se espalhar para a parte posterior da coxa.

Antes de tudo, o diagnóstico deve ser feito por um médico especializado através de exames físicos. Entretanto, em casos em que há a suspeita de agravamento da doença o médico pode pedir exames de imagem como o raio X, para confirmar sua suspeita.

Tratamento

O tratamento se dá a partir de medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios, que devem ser receitados por um especialista e ajudam a diminuir a dor. Porém, nos casos mais graves a cirurgia pode ser necessária.

Praticar exercícios regularmente e corrigir sua postura são meios de prevenir que a dor lombar apareça de novo pois ajudam a fortalecer seus músculos.

Deixe um comentário