O que é a Vídeoendoscopia da Coluna?

Você já ouviu falar da Vídeoendoscopia da Coluna? Esse procedimento minimamente invasivo é utilizado para tratar casos de hérnias de disco e estenoses do canal, um estreitamento do canal vertebral que provoca dor ao ficar de pé ou caminhar.

O uso da Vídeoendoscopia têm-se tornado popular pois além de ser eficaz e segura, o procedimento causa menos trauma aos tecidos da coluna e oferece uma recuperação pós-operatória mais rápida. Em determinados casos o paciente recebe apenas anestesia local durante a cirurgia e não precisa ficar internado.

Mas como a Vídeoendoscopia funciona?

A cirurgia é feita com a introdução de um estreito tubo, por meio de uma pequena incisão (menor que 1cm), que chegará até o local onde o problema está localizado. Este tubo será usado para transportar uma câmera com fibra ótica na área interna do endoscópio, assim transmitindo as imagens para um monitor presente na sala de operação.

Através desses instrumentos o profissional consegue visualizar o local afetado e remover os disco lesionados e fragmentos lesionados, resultando na descompressão dos nervos e aliviando os sintomas. Depois da retirada desses elementos os instrumentos são removidos com cuidado e a musculatura é reposicionada em seu lugar original.

É comum que logo após o procedimento o paciente já sinta a diminuição dos sintomas, como a dor.

Recuperação da Vídeoendoscopia da Coluna

Por ser um procedimento minimamente invasivo, a Vídeoendoscopia da Coluna oferece uma recuperação mais rápida. Sendo assim, logo após o fim do efeito da anestesia e o paciente for transferido para o quarto, ele já será capaz de se sentar e levantar para dar alguns passos.

Na maioria dos casos, é possível o paciente pode ter alta no mesmo dia ou no dia seguinte a cirurgia. É recomendado que o paciente não flexione ou rotacione a coluna, evite pegar peso e não dirija por 2 a 3 semanas.

Deixe um comentário