A Tuberculose também pode afetar a Coluna

Você sabia que é possível ter Tuberculose na Coluna? Pois é, se engana quem pensa que essa doença só afeta os pulmões. Chamada também de Mal de Pott, quando não é tratada a Tuberculose Óssea na Coluna pode deixar sequelas graves, como deformidades e paraplegia.

Mas o que é Tuberculose?

Trata-se de uma doença infectocontagiosa provocada pela Mycobacterium tuberculosis, chamada também de Bacilo de Koch. No momento que essa bactéria entra no organismo pelas vias aéreas, pode se instalar em nos pulmões (pulmonar) ou em outras regiões do corpo (extrapulmonar).

Quando o Bacilo de Koch entra na corrente sanguínea e aloja-se na coluna, normalmente nas vértebras torácicas ou lombares, inicia-se um processo de destruição óssea que resulta em danos nas articulações existentes na coluna.

Quais os sintomas da Tuberculose Óssea na Coluna?

Pessoas que sofrem com esse tipo da doença podem sentir dor progressiva nas costas, fraqueza nas pernas, rigidez na coluna, dificuldade de se movimentar e uma massa palpável localizada no final da coluna. Além disso, o paciente com Tuberculose na Coluna também experienciar febre e perda de peso.

Se mesmo após começar o tratamento não houver uma resposta, pode ocorrer uma compressão medular e por consequência uma paraplegia.

Diagnóstico

Para realizar o diagnóstico da Tuberculose Óssea na Coluna é necessário a realização de exames de imagem, como radiografia, tomografia computadorizada e cintilografia. No entanto, a biópsia óssea é o melhor meio de diagnosticar a doença.

Tratamento da Tuberculose Óssea na Coluna

O tratamento desse tipo de Tuberculose é feito a partir do repouso, imobilização da coluna por meio da utilização de colete, fisioterapia e uso de antibióticos por um tempo médio de 2 anos. Em determinados casos uma cirurgia para estabilizar a coluna ou drenar abscessos pode ser realizada.

Quer saber mais sobre problemas na coluna? Acesse outras publicações.

Deixe um comentário