Fisgada no pé: Tudo sobre o Esporão do Calcâneo

Você provavelmente já sentiu uma forte fisgada no pé que acabou prejudicando seu andar. Saiba que esse é um sintoma muito comum do Esporão do Calcâneo, uma condição caracterizada pelo formação óssea em torno do osso do calcanhar. Essa protuberância surge devido a tração excessiva de músculos ou tendões sobre o periósteo, uma membrana que reveste a parte exterior dos osso.

Causas

Existem diferentes fatores que contribuem para o estresse crônico sobre as estruturas presente na região do calcanhar. A obesidade, ficar longas horas de pé e problemas na curvatura dos pés, como o pé cavo e pé chato, são os motivos que mais influenciam o Esporão do Calcâneo.

A prática de esportes que efetuam grande impacto nos pés, alterações na marcha e o uso excessivo de salto alto e calçados inapropriados (apertados ou velhos) são outros fatores que provocam o estresse crônico no calcanhar.

Doenças como a fascite plantar, gota, osteoartrite e a artrite reumatoide também colaboram para o desenvolvimento da Esporão do Calcâneo.

Sintomas

Na maioria dos casos, a doença não apresenta sintomas externos de inflamação tais como o inchaço, sensação de calor, vermelhidão. A presença de dores fortes (fisgada) e pulsantes na região do calcanhar é o sintoma principal do Esporão do Calcâneo.

Essas dores se intensificam quando há a realização de esforço. Elas costumam se manifestar após o paciente apoiar o peso do corpo sobre o pé abalado, realizar atividades físicas muito intensas ou quando o paciente fica em pé e imóvel por muito tempo.

Às vezes a dor é tão forte que o paciente torna-se incapaz de caminhar ou ficar de pé. Se houver inflamação crônica, a dor aguda é sentido quando se pressiona o centro do calcanhar e que se assemelham a uma facada.

Tratamento

O tratamento do Esporão do Calcâneo é feito por meio conservador com o objetivo de aliviar a dor e reduzir a inflamação. O repouso, uso de compressas de gelo e a elevação do membro afetado são os métodos mais populares para diminuir os sintomas.

As palmilhas ortopédicas para o calcanhar, conhecidas como calcanheiras, ajudam a amortecer o impacto da pisada. A fisioterapia e os exercícios de alongamento melhoram a elasticidade da fáscia plantar. Os medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos auxiliam no controle dos sintomas.

Se esses métodos não funcionarem, uma cirurgia de remoção do esporão pode ser necessária.

Quer saber mais sobre lesões nos pés? Acesse as outras publicações.

Deixe um comentário